NOTICIA

23.07

Governo admite erro, mas mantém prazo para servidor pedir benefício

Reclamação foi feita por 30 entidades de servidores. Pasta alega que erro não compromete cálculo para aposentadoria complementar
 
O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) enviou ao ministro do Planejamento, Esteves Colnago, um ofício no qual pede a postergação do prazo de opção pelo regime de Previdência Complementar (Funpresp), que se encerra no próximo dia 29 de julho.
 
O coletivo congrega 30 entidades nacionais associativas. Elas apontam que a simulação do valor do benefício especial, disponibilizada no Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe) do Poder Executivo federal, contém imprecisões. Isso, de acordo com o forum, pode levar ao erro no momento de solicitar o benefício.
 
De acordo com o documento, “o valor do 13º salário não aparece como um mês à parte, mas, sim, somado à remuneração do mês em que o 13º foi pago”. Desta forma, na avaliação do fórum, “o número de contribuições é subestimado e a média salarial é superestimada”.
 
Esta imprecisão resulta, de acordo com o Fonacate, em benefícios especiais, quase 10% mais elevados do que os calculados a partir da planilha de simulação disponível no site da Funpresp. O cálculo da inflação, medida pelo IPCA, também está incorreto, de acordo com o documento enviado ao ministro.
 
Plenejamento
 
Diante da reclamação, o Ministério do Planejamento informou que acionou o Serpro para corrigir o erro na simulação. No entanto, de acordo com a pasta, não há previsão de prorrogar o prazo para os servidores migrarem para o Regime de Previdência Complementar.
 
“Na simulação, o valor da gratificação natalina está sendo somado, indevidamente, à remuneração de novembro, o que pode influenciar no valor simulado do benefício, uma vez que a gratificação natalina deve ser considerada no cálculo, porém, à parte. O Serpro foi acionado para realizar a devida correção”, admitiu.
 
De acordo com o Planejamento, o Sigepe disponibiliza aos servidores um simulador para o cálculo aproximado do valor do Benefício Especial.
 
“Os resultados apresentados constituem apenas uma simulação, não tendo validade legal e nem constituído o valor real deste benefício, pois ele será calculado efetivamente no momento da aposentadoria do servidor”, destacou a pasta por meio de nota.
 
Veja abaixo o ofício da Fonacate:
 
Solicita postergação do prazo de opção pelo regime de Previdência Complementar
 
Senhor Ministro,
 
1. Ao saudá-lo, o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), associação civil integrada por 30 entidades nacionais associativas e sindicais, representante de mais de 200 mil servidores públicos de todos os Poderes, no âmbito federal, estadual, distrital e municipal, solicita postergação do prazo de opção pelo regime de Previdência Complementar do Servidor Público Federal, fixado na Lei nº 13.328/2016, tendo em vista os seguintes fatores:
 
a) A simulação do valor do benefício especial disponibilizada no Sigepe contém uma imprecisão: o valor do 13º salário não aparece como um mês à parte, mas sim somado à remuneração do mês em que o 13º foi pago. Com isso, o número de contribuições é subestimado e a média salarial é superestimada, o que resulta em benefícios especiais quase 10% mais elevados do que os calculados a partir da planilha de simulação disponível no site da Funpresp;
 
b) A série do IPCA utilizada para a atualização dos salários de contribuição não coincide com os valores disponibilizados para o mesmo índice em outras fontes, como o IPEADATA – levando em consideração que durante boa parte do período os valores estimados para o benefício especial estejam aparentemente sobrestimados, a exemplo dos meses de julho, agosto e setembro de 2017, para os quais o simulador Sigepe utilizou IPCA de 2,71%, 2,46% e 2,54%, respectivamente, quando deveria ter utilizado 0,24%, 0,19% e 0,16%.
 
2. Tendo em vista essas questões e o caráter irrevogável da decisão, reiteramos o pedido para que seja estendido o prazo de opção pelo regime de Previdência Complementar.
 
3. Certos de Vossa compreensão, firmamo-nos.
 
Atenciosamente,
 
RUDINEI MARQUES
 
Presidente do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado
 
Presidente do UNACON SINDICAL – Sindicato Nacional dos Auditores e Técnicos Federais de Finanças e Controle
 
PAULO MARTINS
 
Secretário-Geral do Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado
 
Presidente da AUDITAR – União dos Auditores Federais de Controle Externo
 
Compõem este Fórum:
 
AACE – Associação dos Analistas de Comércio Exterior
 
ADB – Associação dos Diplomatas Brasileiros
 
ADPF – Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal
 
AFIPEA SINDICAL – Sindicato Nacional dos Servidores do IPEA
 
ANADEF – Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais
 
ANADEP – Associação Nacional dos Defensores Públicos
 
ANAFE – Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais
 
ANER – Associação Nacional dos Servidores Efetivos das Agências Reguladoras Federais
 
ANESP – Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental
 
ANFFA SINDICAL – Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários
 
ANFIP – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
 
ANPM – Associação Nacional dos Procuradores Municipais
 
AOFI – Associação Nacional dos Oficiais de Inteligência
 
APCF – Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais do Departamento de Polícia Federal
 
ASSECOR – Associação Nacional dos Servidores da Carreira de Planejamento e Orçamento
 
AUDITAR – União dos Auditores Federais de Controle Externo
 
CONAMP – Associação Nacional dos Membros do Ministério Público
 
FEBRAFITE – Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais
 
FENAFIM – Federação Nacional dos Auditores e Fiscais de Tributos Municipais
 
FENAFISCO – Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital
 
SINAIT – Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho
 
SINAL – Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central
 
SINDCVM – Sindicato Nacional dos Servidores Federais Autárquicos nos Entes de Promoção e Fiscalização
 
do Mercado de Valores Mobiliários
 
SINDIFISCO NACIONAL – Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil
 
SINDILEGIS – Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do TCU
 
SINDPFA – Sindicato Nacional dos Peritos Federais Agrários
 
SINDSUSEP – Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Superintendência de Seguros Privados
 
SINPROFAZ – Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional
 
UNACON SINDICAL – Sindicato Nacional dos Auditores e Técnicos Federais de Finanças e Controle
 
UNAFISCO NACIONAL – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil

Fonte: Metrópoles
Home | Voltar para noticias


seja um associado AFPB


Torne-se um associado AFPB e tenha obtenha vantagens e benefícios exclusivos, como descontos em restaurantes, viagens, hotéis e muito mais.
Associe-se!

Entre em contato conosco! Envie-nos um WhatsApp Canal exclusivo para mensagens. Atendimento: de segunda a sexta, das 9h às 18h.