NOTICIA

25.07

Estado do Rio nomeará 103 professores nos próximos dias

Objetivo é que educadores tomem posse este ano e comecem a lecionar em sala no 2º semestre

Rio - A espera de mais um grupo de professores que foram aprovados em concursos para ingressarem no Estado do Rio chegará ao fim nos próximos dias. A Secretaria de Educação (Seeduc) chamará 103 educadores para o quadro de pessoal da rede pública de ensino. A informação foi confirmada à Coluna pelo secretário da pasta, Wagner Victer.
O objetivo, segundo Victer, é que eles comecem a trabalhar já no segundo semestre do ano letivo de 2018. Para isso, os profissionais serão convocados para os exames médicos. Após as avaliações, eles serão empossados nos cargos.
"Depois que eles forem aprovados nos exames, logo serão contratados e já para atuarem ainda nesse ano letivo, ou seja, no início do segundo semestre se tudo correr bem", declarou.

A data das nomeações, porém, não foi informada, mas o secretário assegurou que está perto de acontecer. Ele acrescentou ainda que os professores vão atender a demandas específicas — onde há carência de professores.
"Serão chamados dentro das necessidades que identificamos por disciplina e por localidade. Dependendo da região, temos excedentes de profissionais de uma única disciplina, e em outras não. Isso varia de região para região, por isso tem que ter estudo", disse.

Mais de 300 chamados
Com a chamada desses 103 profissionais, a fila de espera dá mais um passo à frente. Ao todo, eram 923 candidatos aprovados em diferentes concursos da Educação dos anos de 2011, 2013 e 2014, de acordo com informações de representantes da categoria.
Como o estado já chamou 304 professores em janeiro de 2018, ficaram 619 aguardando as nomeações. Depois, com as publicações dos 103 nomes, serão 516 educadores na expectativa do chamamento.
Questionado se haverá outras nomeações até o fim deste ano, Victer não descartou a possibilidade. Segundo o secretário, a Seeduc faz estudos para identificar demandas de cada região.
"Nossa equipe trabalha permanentemente nesse sentido. Nesse momento não identificamos mais novas necessidades, mas continuaremos avaliando e, no futuro, podemos chamar mais. Até porque trabalhamos com a perspectiva do número de matrículas de alunos em setembro", afirmou.
Aval do governador
As contratações já estão encaminhadas na Procuradoria Geral do Estado (PGE-RJ) para um parecer favorável, segundo Victer. Ele disse que a medida já foi acertada com o governador Luiz Fernando Pezão.
"Conversei com o governador e os secretários de Fazenda e da Casa Civil (Luiz Cláudio Gomes, e Sérgio Pimentel, respectivamente), apresentei essa necessidade e houve concordância", afirmou.
Porém, com todas as medidas de austeridade impostas pelo Regime de Recuperação Fiscal, fica a pergunta: como serão feitas as contratações? Victer alegou que não haverá impacto financeiro na folha de ativos, pois os custos serão absorvidos com medidas já adotadas. Muitos desses 103 convocados vão repor cargos vagos por aposentadorias e mortes.

Fonte: O Dia Online (Por Paloma Savedra)
Home | Voltar para noticias


seja um associado AFPB


Torne-se um associado AFPB e tenha obtenha vantagens e benefícios exclusivos, como descontos em restaurantes, viagens, hotéis e muito mais.
Associe-se!

Entre em contato conosco! Envie-nos um WhatsApp Canal exclusivo para mensagens. Atendimento: de segunda a sexta, das 9h às 18h.